Unidade Kids

De 2 a 6 anos

Unidade Baby

De 4 meses a 2 anos

Welcome!

A educação deve provocar e criar condições para que
se desenvolva uma atitude de reflexão crítica, comprometida com a ação.
As crianças aprendem duas línguas simultaneamente e constroem o
seu sistema linguístico a partir da linguagem que ouvem dos adultos e de outras crianças.

Siga-nos no Instagram

2
ABÓBORA 3: MALÉVOLA
Vilã do filme Malévola
3
ABÓBORA 2: GRU
Vilão do filme Meu Malvado Favorito
13
ABÓBORA 1: RAINHA DE COPAS
Vilã do livro Alice no País das Maravilhas
1
A semana do Halloween começou com tudo!
As abóboras estão sendo enfeitadas para o nosso concurso anual... já teve slime de lodo de abóbora nojenta e confecção de teia de aranha! 😱
Quais surpresas nos aguardam ao longo da semana?

Trick or Treat? Huahuahua

#halloween #educaçãoinfantil #educacao #escola #trickortreat

Você sabia?

Ao nascer, o cérebro do bebê está formado por milhões de neurônios que aguardam os estímulos para fazer suas conexões e formar as redes neurais que o permitirão cumprir diversas tarefas e se comportar como um ser humano emotivo e racional? Por isso, dizem que o desenvolvimento cognitivo de um bebê dependerá 100% do ambiente onde ele está crescendo e os estímulos que ele recebe.

Bilinguism

“A noção de bilinguismo tornou-se cada vez mais ampla de conceituar, a partir do século XX. De acordo com o dicionário Oxford (2000:117) bilíngue é definido como: ‘ser capaz de falar duas línguas igualmente, bem porque as utiliza desde muito jovem’. Na visão popular, ser bilíngue é o mesmo que ser capaz de falar duas línguas perfeitamente”. (BLOOMFIELD, 1935, apud HARMERS e BLANC, 2000:6).

“Ele só tem quatro meses”. “Ela só precisa comer, dormir e se manter limpa”. “Ele é muito pequeno, não precisa de estímulos”. “Meu filho não tem nem um ano, não entende nada a sua volta”. “Nossa, tenho dó de deixar um bebê tão pequeno em um berçário, é desnecessário”. Essas falas refletem o pensamento da maioria de mães e pais, que muitas vezes, não acreditam que uma criança até 2 anos é capaz de (e precisa!) aprender e conquistar habilidades que os preparem para a vida. Poucas pessoas sabem, inclusive, que desde muito nova, uma criança aprende ativamente e, ao conquistar competências, amplia sua capacidade de agir adequadamente nas diferentes situações de vida.

A Safe Step entende que o bebê é um cientista desde que chega ao mundo, pois nasce cheio de curiosidades, nasce impulsionado a descobrir tudo ao seu redor, nasce preparado para explorar e absorver o que o ambiente tem para lhe contar. Cabe ao adulto dar ouvidos às perguntas dos bebês, que antes de conquistarem a oralidade, se expressam por meio de olhares, gestos, choro, movimentos e tantos outros sinais que poderiam passar desapercebidos a quem não se dispõe proporcionar oportunidades de desenvolvimento afetivo e cognitivo, mas são evidentes para nossa equipe.

Todos da Safe Step estão preparados para perceber e escutar as necessidades dos pequenos seres humanos que são confiados a nós desde os primeiros meses de vida. Nosso trabalho é pautado na certeza de que a escola é um ambiente seguro e imprescindível para a criação de vínculos afetivos, para o desenvolvimento motor e para a ampliação das potencialidades de cada bebê.

Por esta razão, desenvolvemos uma atuação exclusiva, que atende e respeita a individualidade de cada aluno, favorece a conquista de autonomia e proporciona experiências sensoriais significativas, tornando a rotina dos bebês, momentos prazerosos e enriquecedores. Para as diretoras da Safe Step, o mais importante é que o bebê seja acolhido, estimulado e cuidado para alcançar plena satisfação de estar no mundo. “Volto para casa feliz quando presencio um bebê que começou a andar, quando uma criança com dificuldade na alimentação conseguiu comer um prato inteiro, quando alguma mãe vem me agradecer emocionada porquê seu filho falou sua primeira palavra em inglês. O que me move é a busca eterna por sempre querer mais. Uma vontade insaciável de vê-los felizes. Sempre” – diz Raissa Dini Landa, diretora da Safe Step.

Esta vontade de querer ver os bebês felizes é o que impulsiona a Safe Step a elaborar propostas pedagógicas diferentes, que valorizem a relação do educador com os bebês para conquista de vínculos de qualidade e favoráveis ao amadurecimento. Com tal finalidade, na unidade Baby, que atende bebês de 4 meses a 2 anos, desenvolvemos dois projetos exclusivos: PRISMA- Projeto de integração sensório-motora e autoconhecimento e VIDHA-Vivendo as inteligências e desenvolvendo as habilidades. Ambos promovem atividades de estimulação sensorial com materiais convencionais e não convencionais, que despertam a atenção dos bebês: brinquedos estruturados e não estruturados, como potes, tecidos, pompons, plástico bolha, almofadas, luzes, cores, tudo é organizado e oferecido de modo que a criança conheça o mundo, se conheça e estabeleça uma relação saudável com o ambiente, desenvolvendo diferentes habilidades e competências e se preparando para a vida.

Cabe destacar que a Safe Step, para aperfeiçoar seu trabalho com os bebês, oferece o desenvolvimento dos projetos descritos em dois idiomas: português e inglês, o que nos confere vantagens práticas em um mundo cada vez mais globalizado. Optamos por ser bilíngue, pois acreditamos que, ao combinar a igualdade de acesso e a excelência de aprendizagem em dois idiomas, melhoramos as habilidades cognitivas não relacionadas a linguagem, proporcionamos a multiculturalidade, acolhemos as diferenças e contribuímos para a formação de seres humanos capazes de reconhecer o outro como ser fundamental para sua existência.

Neste caminho, também enfatizamos a importância do trabalho com valores, porque, para a equipe Safe Step, é de suma valia integrar a conquista da excelência acadêmica com a formação de seres humanos felizes e que lutem por uma existência épica e favorável a construção de um mundo digno para todos.